Arquivo da categoria: Boletins RS

Aviso – Sistema 3As de Monitoramento da Pandemia – 29/09/2021

Em reunião do Gabinete de Crise desta quarta (29), o Grupo de Trabalho de Saúde (GT Saúde) divulgou a emissão de três Avisos para as regiões Covid de Capão da Canoa, Novo Hamburgo e Passo Fundo.

O Aviso é o primeiro passo do Sistema 3As de Monitoramento, com o qual o governo do Estado gerencia a pandemia no Rio Grande do Sul.

Segundo os técnicos do GT Saúde, eles se justificam devido a um pequeno aumento de casos e internações por Covid-19 no Estado, o que exige uma atenção maior de todas as regiões para controle do vírus.

Saiba mais: https://bit.ly/3zZWI52

Boletim de Casos RS x Mundo – 21/06/2021

Mundo
– A média móvel de casos confirmados no RS mantem-se em patamar ainda elevado. Em movimento conjunto com o restante do Brasil, houve elevação nos últimos dias. Em patamar ainda mais elevado, o Uruguai apresenta queda no acumulado dos últimos 7 dias. Portugal e Reino Unido, que vinham com taxas constantemente baixas, apresentam aumento de casos.
– A média móvel de óbitos no RS e no Brasil também apresentou elevação relevante nos últimos dias, a partir de um patamar já elevado, agora com certa estabilidade. O Uruguai, em patamar ainda superior, apresenta queda nos últimos dias.
– Dentre as regiões próximas ao RS, Argentina, Paraguai e Uruguai, que haviam apresentado crescimento, apresentam queda na média móvel de óbitos. O Paraná, por outro lado, segue apresentando expressiva aceleração dos óbitos.

Brasil
– Há variações abruptas devido à instabilidade no sistema de registro federal, impactando os estados do RS, SC e PR, dificultando a interpretação da média móvel de casos. Com essa ressalva, observa-se aumento expressivo no PR. No RS e SC, após variações abruptas, há manutenção do patamar. (Ressalta-se que estes dados são por data de inclusão, podendo variar ocasionalmente por oscilação nos registros e não corresponder diretamente a efeitos do comportamento da propagação.)
– A média móvel de óbitos no PR que apresentava um comportamento de estabilidade, apresentou relevante elevação nos últimos dias. No RS, após variações abruptas, há o retorno para patamar ainda alto. SC mantém-se estável até o momento, com leve aumento no último dia.
– PR (16,3), MS (11,8) e SP (8,8) apresentam a maior média móvel de óbitos por 100 mil hab. do país. O RS, com 6,4, apresenta a 11ª maior média.
– O RS apresenta a 9ª maior taxa de mortalidade acumulada de óbitos (267 por 100 mil hab). Com 29 óbitos incluídos ontem, o estado chegou a 30.401 óbitos, com a média semanal de 104 óbitos incluídos por dia e queda de 17% na semana.

https://bit.ly/boletimcovid19-rs

Boletim de Hospitalizações – 21/06/2021

– A taxa de ocupação das UTIs do estado está em 85,5%.
– As Macrorregiões Norte, Serra e Vales encontram-se com ocupação crítica, próxima de 100%. As Macrorregiões Centro-Oeste Missioneira apresentam taxa de Ocupação superior a 90%.
– Ontem, o número de internados Suspeitos e Confirmados em Leito Clínico e UTI apresentou redução de 81 internados, sendo uma queda de 98 em Leito Clínico e aumento de 17 em UTI.

– Ontem, o número de internados em leitos clínicos confirmados com Covid-19 reduziu, variando de 2447 para 2357. O número de suspeitos variou de 361 para 353. Na semana, acumula-se redução de 267 confirmados e 71 suspeitos.
– Nos leitos de UTI, o número de confirmados aumentou, passando de 1803 para 1806. O número de suspeitos variou de 103 para 117. Na semana, há redução de 39 confirmados e aumento de 1 suspeito.
– O Estado conta atualmente com 494 leitos de UTI livres. Com isso, a razão de leitos livres para cada ocupado por Covid no RS se encontra em 0,27 e taxa de ocupação das UTI em 85,5%. Na última semana, houve uma elevação persistente do atendimento a pacientes não-Covid.
– Na UTI, as Macrorregiões Serra (+8), Norte (+5), Missioneira (+4) e Sul (+2) apresentam aumento de pacientes confirmados na semana.
– Nos Leitos Clínicos, somente a Macrorregião Metropolitana (+23) acumula aumento de pacientes confirmados na semana.

https://bit.ly/boletim_hosp_RS

Boletim de Hospitalizações – 01/06/2021

– A taxa de ocupação do estado está em 86,2%.
– As Macrorregiões Norte e Vales encontram-se com ocupação acima de 100%. As Macrorregiões Centro-Oeste, Missioneira e Serra apresentam taxa de Ocupação superior a 90%.
– Ontem, o número de internados Suspeitos e Confirmados em Leito Clínico e UTI apresentou redução de 21 internados, sendo uma queda de 66 em Leito Clínico e aumento de 45 em UTI.

– Ontem, o número de internados em leitos clínicos confirmados com Covid-19 reduziu, variando de 2825 para 2774. O número de suspeitos variou de 473 para 458. Na semana, acumula-se aumento de 241 confirmados e queda de 7 suspeitos.
– Nos leitos de UTI, o número de confirmados aumentou, passando de 1789 para 1810. O número de suspeitos variou de 131 para 155. Na semana, há elevação de 129 confirmados e 21 suspeitos.
– O Estado conta atualmente com 473 leitos de UTI livres. Com isso, a razão de leitos livres para cada ocupado por Covid no RS se encontra em 0,26 e taxa de ocupação das UTI em 86,2%.
– Na UTI, as Macrorregiões acumulam aumento de pacientes confirmados na semana: Metropolitana (+61), Norte (+13), Serra (+27), Centro-Oeste (+12), Sul (+1) e Vales (+15). A Missioneira não apresentou variação.
– Nos Leitos Clínicos, todas as Macrorregiões acumulam aumento de pacientes confirmados na semana: Macrorregiões Metropolitana (+66), Missioneira (+60), Norte (+36), Sul (+13), Serra (+33), Vales (+23) e Centro-Oeste (+10).

https://bit.ly/boletim_hosp_RS

Boletim de Casos RS x Mundo – 01/06/2021

Mundo
– A média móvel de casos confirmados no RS, após leve queda, voltou a subir, mantendo-se em um patamar ainda elevado. Em patamar ainda mais elevado, o Uruguai também voltou a aumentar. O Brasil também apresentou elevação nos últimos dias. Nos últimos dias, o movimento de queda conjunta em várias localidades do país pode estar relacionada à instabilidade no sistema nacional de registro de casos, com isso, pode haver repercussão no país e também no RS.
– A média móvel de óbitos no RS permanece alta e, agora, apresenta elevação. No Uruguai, há uma trajetória de queda. No Brasil, a média voltou a subir.
– Dentre as regiões próximas ao RS, há elevação recente na média de óbitos como proporção da população no Uruguai, Argentina e Paraguai. SP apresenta reversão na tendência de casos confirmados, voltando a subir lentamente. No PR, também houve forte elevação, apesar da queda mais recente. Em SC, também há elevação de casos e óbitos.

Brasil
– RS apresentou aumento da média móvel de casos, após queda abrupta. SC também apresentou elevação e cai mais recentemente. No PR, houve uma expressiva elevação no último mês, mas acumula queda nos últimos dias. Ressalta-se que estes dados são por data de inclusão, podendo variar ocasionalmente por oscilação nos registros e não corresponder diretamente a efeitos do comportamento da propagação. O efeito da instabilidade no sistema de registro de casos deve explicar a queda nos últimos dias.
– A média móvel de óbitos em RS e SC desacelerou sua redução, apresentando aumento. No PR, após elevação, a média móvel de 7 dias retornou para o nível dos demais estados do Sul.
– MS (11,5), SP (8) e PR (7,5) apresentam a maior média móvel de óbitos por 100 mil hab. do país. O RS, com 6,4, apresenta a 9ª maior média.
– O RS apresenta a 8ª maior taxa de mortalidade acumulada de óbitos (278 por 100 mil hab). Com a inclusão de 35 registros ontem, o estado chegou a 28.192 óbitos, com a média semanal de 103,4 óbitos incluídos por dia e queda de 2,7% na semana.

https://bit.ly/boletimcovid19-rs

Boletim de Casos RS x Mundo – 25/05/2021

Mundo
– A média móvel de casos confirmados no RS apresenta aumento, a partir de um patamar já elevado. Em patamar ainda mais elevado, o Uruguai também voltou a acelerar o número de casos nos últimos dias. O Brasil também apresenta elevação.
– A média móvel de óbitos no RS permanece alta e, agora, estável. No Uruguai, houve nova elevação recente. No Brasil, a média voltou a subir.
– Dentre as regiões próximas ao RS, há elevação recente na média de óbitos como proporção da população no Uruguai, Argentina e Paraguai. SP apresenta reversão na tendência de casos confirmados, voltando a subir. No PR, também há forte elevação. Em SC, também há elevação de casos e óbitos.

Brasil
– RS apresenta aumento da média móvel de casos. SC também apresentou elevação. No PR, houve uma expressiva elevação no último mês, mas acumula queda nos últimos dias. Ressalta-se que estes dados são por data de inclusão, podendo variar ocasionalmente por oscilação nos registros e não corresponder diretamente a efeitos do comportamento da propagação.
– A média móvel de óbitos em RS e SC desacelerou sua redução, apresentando estabilidade nos últimos dias. No PR, há uma elevação da média móvel de 7 dias, apesar da variação registrada nos últimos dias.
– MS (9,4), RJ (8,8) e ES (8,2) apresentam a maior média móvel de óbitos por 100 mil hab. do país. O RS, com 6,5, apresenta a 12ª maior média.
– O RS apresenta a 8ª maior taxa de mortalidade acumulada de óbitos (241,4 por 100 mil hab). Com a inclusão de 49 registros ontem, o estado chegou a 27.468 óbitos, com a média semanal de 106,3 óbitos incluídos por dia e aumento semanal de 1,2%.

https://bit.ly/boletimcovid19-rs

Boletim de Hospitalizações RS – 25/05/2021

– A taxa de ocupação do estado está em 81,7%. As Macrorregiões Missioneira, Norte, Serra e Vales apresentam taxa de Ocupação superior a 90%.
– Ontem, o número de internados Suspeitos e Confirmados em Leito Clínico e UTI apresentou aumento de 72 internados, sendo 57 em Leito Clínico e 15 em UTI.

– Ontem, o número de internados em leitos clínicos confirmados com Covid-19 aumentou, variando de 2492 para 2527. O número de suspeitos variou de 434 para 456. Na semana, acumula-se aumento de 343 confirmados e redução de 1 suspeito.
– Nos leitos de UTI, o número de confirmados aumentou, passando de 1679 para 1681. O número de suspeitos variou de 121 para 134. Na semana, há elevação de 107 confirmados e 6 suspeitos.
– O Estado conta atualmente com 626 leitos de UTI livres. Com isso, a razão de leitos livres para cada ocupado por Covid no RS se encontra em 0,37 e taxa de ocupação das UTI em 81,7%.
– Na UTI, as Macrorregiões Metropolitana (+33), Centro-Oeste (+26), Norte (+22), Serra (+15), Missioneira (+12) e Sul (+6) acumulam aumento de pacientes confirmados na semana.
– Nos Leitos Clínicos, todas as Macrorregiões apresentam aumento de pacientes confirmados na semana: Missioneira (+91), Norte (+85), Vales (+47), Serra (+46), Sul (+41), Centro-Oeste (+27) e Metropolitana (+6).

https://bit.ly/boletim_hosp_RS