Pró-Reitoria de Planejamento e Infraestrutura

1º Ciclo de Formação Sobre Ética e Integridade Pública – Oficina Sobre Assédio Moral e Sexual

A Unidade de Gestão de Integridade (UGI), em parceria com a PROGEPE, em observância ao Plano de Integridade da Unipampa – período 2021/2022, realiza palestra sobre assédio moral e sexual com a psicóloga Camila Perez.

O evento ocorrerá no dia 29 de junho às 16 horas, via Google Meet. As inscrições serão disponibilizadas de 20 a 26 de junho, através do formulário disponível em https://cutt.ly/ZJeBRfR. A participação dá direito a certificação de duas horas aos ouvintes, mediante presença e aproveitamento mínimo de 60% no formulário avaliativo.

Com informações de Bruno Donato.

Informe da Reitoria sobre bloqueio orçamentário

Nos últimos dias, temos recebido notícias muito preocupantes relativas ao orçamento do Ministério da Educação (MEC). Em 27 de maio, anunciou-se o corte de 14,5%; em 3 de junho, foi reduzido o percentual para 7,2%. Em 9 de junho, o MEC informou que a metade do que fora bloqueado, o equivalente ao corte de 3,2%, foi repassado a outros órgãos para cobrir despesas obrigatórias, atingindo o montando de 220 milhões do orçamento do MEC. Essa informação é grave e torna insustentável o cumprimento das despesas discricionárias, aquelas que mantêm o funcionamento das instituições federais de ensino superior (IFES).

A Reitoria vem adotando diversas formas de comunicação para que possamos atingir a maior quantidade de pessoas da nossa comunidade acadêmica e a população em geral, sobretudo equipes diretivas dos campi, coordenações de cursos, fiscais de contratos e todos aqueles que respondem como gestores na instituição. Assim como a Andifes e outras entidades, utilizamos notas de esclarecimento, além de comunicados por escrito e em vídeo. Procurando traduzir, da melhor forma, o impacto nas atividades de ensino, pesquisa e extensão, a gestão vem se reunindo, diariamente, para analisar os cenários e compartilhá-los com toda a comunidade, sabendo que a solução definitiva passa, inevitavelmente, pela recomposição do orçamento. O diálogo continuará com a comunidade acadêmica e a população, buscando manter as informações sempre atualizadas via canais oficiais. Estamos mobilizados e atuando em diversas frentes para reverter o quadro, no intuito de recompor o valor cortado e obter a liberação do montante ainda bloqueado. Estamos unidos aos movimentos estudantis e dos servidores que estão indo às ruas para mostrar aos nossos governantes a realidade que todos nós atravessamos.

Fonte: Notícia Portal da Unipampa

Reitoria da Unipampa faz comunicado sobre o planejamento de ações após bloqueio orçamentário

Atividade, que contou com a presença do presidente da Andifes, Marcus David, apresentou os impactos na Unipampa.

Nesta quarta-feira, 8, às 10h, um encontro para comunicar a situação do orçamento da Universidade Federal do Pampa (Unipampa) reuniu coordenadores de cursos de graduação e de pós-graduação; membros dos sindicatos; representantes dos alunos; diretores; coordenadores administrativos e acadêmicos dos campi; pró-reitores; o vice-reitor, Marcus Querol, e o reitor, Roberlaine Ribeiro Jorge. Também participou da reunião o reitor da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e presidente da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), Marcus Vinicius David.

Na abertura, o convidado, Marcus David, apresentou um breve relato sobre a situação que envolveu a constituição da Lei Orçamentária de 2022, equivalente à de 2019, e as dificuldades relacionadas à manutenção das atividades das Universidades Federais nos últimos anos. David também destacou o bloqueio de 7,19% no orçamento discricionário das IES e a inviabilidade de pagamento de despesas até o final do ano, fato que afetará todas as ações das Universidades: contratos, despesas básicas de água e luz, bolsas e projetos. Ressaltou, ainda, a importante participação da Unipampa junto às demais Instituições nos atos de mobilização nacional contra o bloqueio.

Na sequência, o reitor da Unipampa, Roberlaine Ribeiro Jorge, falou das atividades e ações realizadas pela Instituição e enfatizou a contrariedade da Unipampa com os bloqueios orçamentários, que podem ser temporários ou definitivos, que prejudicam todo o andamento da Universidades e ocasionarão a reestruturação de vários contratos e projetos prioritários.

Na continuidade do comunicado, o vice-reitor da Unipampa, Marcus Querol, relatou sobre a sua participação junto às reuniões da Andifes e destacou sua preocupação com os bloqueios realizados. Segundo o gestor, é momento de replanejar prioridades. Querol acentuou a importância de toda a comunidade estar informada sobre a situação orçamentária grave em que se encontra a Unipampa. Além disso, agradeceu pela participação e envolvimento de todos os presentes, importante ação coletiva em prol da Educação Superior.

Reunião reuniu gestores da Unipampa para tratar sobre o orçamento - Divulgação
Reunião reuniu gestores da Unipampa para tratar sobre o orçamento – Divulgação

Durante o comunicado, a pró-reitora de Planejamento e Infraestrutura, Viviane Kanitz Gentil, apresentou os dados orçamentários da Unipampa, destacando também a contrariedade com os bloqueios e os impactos nas ações de assistência estudantil, desenvolvimento educacional, manutenção geral da Instituição e contratos vigentes. A gestora destacou que, no dia 27 de maio, a Unipampa teve bloqueio confirmado em seu orçamento discricionário, no montante de R$ 7.233.373,00 (sete milhões, duzentos e trinta e três mil, trezentos e setenta e três reais), o que representa 14,54% de seu recurso para 2022. Viviane explicou que, no dia 03 de junho, esse bloqueio foi alterado para 7,19%, permanecendo bloqueado o valor de R$ 3.577.931,00 (três milhões, quinhentos e setenta e sete mil, novecentos e trinta e um reais). “A Universidade já estava projetando mais de R$ 4 milhões em defasagem de seu orçamento, o que, somado ao corte, inviabiliza a Instituição em suas atividades básicas”, explica a pró-reitora.

Foram detalhadas aos participantes as principais despesas e ações da Instituição, bem como a necessidade de, nos próximos dias, organizar reuniões focais para analisar o orçamento da cada unidade. O objetivo é o de reestruturar o planejamento, redimensionando prioridades, considerando o bloqueio (temporário ou definitivo) do orçamento da Unipampa.

A reunião foi encerrada pelo vice-reitor, que reforçou a importância de todos no replanejamento de cada Unidade, através das reuniões setoriais, e deixou contato de e-mails à disposição para dúvidas e sugestões.

Fonte: Notícia Portal da Unipampa

Monitoramento das metas do PDI 2022

 

A Proplan, por meio da Divisão de Planejamento Estratégico, iniciou hoje a abertura do sistema GURI para o processo de monitoramento das metas do PDI 2019-2023 referentes ao primeiro semestre de 2022.

Participam do processo de monitoramento o Gabinete da Reitoria, todas as Pró-Reitorias, DTIC, ADAFI, DAIINTER e ACS, por meio de suas interfaces indicadas na Portaria nº 946/2022.

 

Neste momento, as interfaces estão recebendo orientação e treinamento para acessar o sistema e informar o cumprimento das metas do PDI. O sistema estará disponível até 10/07/22. Após essa etapa, os resultados serão compilados e divulgados à comunidade na aba Objetivos Estratégicos e Desempenho  da página da Transparência e Prestação de Contas, onde se pode conferir os monitoramentos anteriores.
Dúvidas ou informações: planejamento@unipampa.edu.br

Com informações de Simone Assumpção.

Unipampa realiza reunião com gestores sobre cortes no orçamento

Unipampa realiza reunião com gestores sobre cortes no orçamento

Por Sofia Viero Sorgetzt

Ocorreu na tarde desta quinta-feira, 2 de junho, uma reunião entre gestores da Universidade Federal do Pampa (Unipampa) a fim de analisar e encaminhar ações e medidas quanto à situação dos cortes no orçamento da Educação anunciados pelo Governo Federal no dia 27 de maio. Pró-reitores, Reitor em exercício, diretores da Diretoria de Tecnologia da Informação e Comunicação (DTIC) e Diretoria de Assuntos Institucionais e Internacionais (Daiinter) participaram do encontro.

Também foi proposta uma reunião geral com diretores dos campi, coordenadores acadêmicos e administrativos, coordenadores de cursos de graduação e de pós-graduação às 10h do dia 8 de junho sobre os impactos e bloqueios orçamentários na Unipampa e medidas a serem tomadas.

Além disso, foi falado sobre a importância de priorizar a manutenção da assistência estudantil de modo a evitar que esta área e o desenvolvimento educacional sejam atingidos pelos cortes.

Fonte: Notícia Portal da Unipampa

Projeto Sorrir é Direito de Todos

Projeto 001/2022.

O Comitê de Igualdade Racial, do Grupo Mulheres do Brasil núcleo Bagé, sentindo a necessidade de orientar e oferecer a crianças, jovens e adultos (em idade escolar ou situação de vulnerabilidade) a oportunidade de melhorarem suas condições de saúde e higiene bucal. 

Promover uma boa higiene bucal principalmente nas crianças é extremamente importante, pois disso depende sua futura saúde bucal. 

Justificativa: 

Não se pode separar higiene bucal de saúde. É um dos cuidados básicos, não apenas com a aparência, mas com uma das partes mais importantes do corpo humano, por onde consumimos alimentos e líquidos que nos mantém vivos. 

Cuidar de nossa boca , nossos dentes, não apenas deixa o sorriso mais bonito e faz bem para a autoestima, mas também previne muitos males como cáries, tártaro, mau hálito e até certo ponto alguns males do estômago. 

Objetivos : 

*Prevenir e ensinar bons hábitos de higiene bucal desde a infância. 

* Desenvolver hábitos de higiene bucal corretos e regulares através da conscientização de sua importância. 

* Oferecer exemplos práticos de como escovar os dentes, a língua, como usar o fio dental e etc. 

Meta : Atingir a doação de mil unidades (1000) de escovas e pastas dentais. 

Duração: O projeto vai de 01/06 a 10/07. 

Atenciosamente, 

Idê Scoto e Patricia Alves.

Coordenadoras do Comitê de Igualdade Racial do Grupo Mulheres do Brasil Núcleo Bagé

Com informações de Ménithen Ness.

Unipampa emite nota pública sobre os cortes no orçamento da Educação

A Universidade Federal do Pampa (Unipampa) divulga Nota Pública sobre os cortes no orçamento da Educação, anunciados na última sexta-feira, 27 de maio, pelo Governo Federal. Na Instituição, o valor do corte ultrapassa os R$ 7 milhões do orçamento discricionário, podendo comprometer diversas atividades ligadas ao ensino, à pesquisa e à extensão. Leia:

Nota pública sobre os cortes no orçamento da educação

A Universidade Federal do Pampa (Unipampa) observa com preocupação os vetos impostos ao orçamento do Ministério da Educação (MEC), ocorridos no último dia 27 de maio. O corte divulgado por meio do relatório de receitas e despesas do orçamento de 2022 pode inviabilizar o funcionamento de serviços essenciais da Universidade.

A Unipampa teve confirmado corte em seu orçamento discricionário no montante de R$ 7.233.373,00 (sete milhões, duzentos e trinta e três mil, trezentos e setenta e três reais), o que representa 14,54% de seu recurso para 2022. Essa situação poderá atingir diretamente atividades fundamentais de ensino, pesquisa e extensão; visitas técnicas e insumos de laboratórios; assim como todos os serviços prestados por meio de contratos de terceirizados, como limpeza, vigilância, serviços agropecuários, portaria e auxiliares.

O contexto é alarmante, pois o corte ocorre nos recursos destinados à manutenção da Instituição. Inclusive, o recurso aprovado na Lei Orçamentária Anual de 2022 (LOA) já se apresentava insuficiente, devido a várias restrições em despesas que já vinham ocorrendo.

Para a retomada das aulas presenciais, com todas as implicações decorrentes da pandemia, várias despesas foram retomadas ou ampliadas. Todo o planejamento da Instituição está fundamentado na integralização orçamentária de 2022 prevista na LOA. O bloqueio de 14,5% de seu orçamento gera enorme preocupação à gestão superior da Unipampa e a todas as Instituições Federais de Ensino Superior.

A maior preocupação da gestão sempre foi e sempre será com seus estudantes. Com mais de doze mil alunos, dos quais, aproximadamente, 30% vivem em situação de vulnerabilidade social, com renda familiar de até 1,5 salário-mínimo. Uma restrição orçamentária dessa magnitude afetará, principalmente, a qualidade do ensino ofertado para os estudantes da rede federal.

Diante de um cenário repleto de incertezas, a Unipampa reitera seu compromisso com a educação pública, gratuita e socialmente referenciada, unida às lideranças educacionais nacionais para empreender ações que contribuam para a reversão deste quadro.

Monitoramento das Metas do PDI 2022

A Proplan, por meio da Divisão de Planejamento Estratégico, deu início, no último dia 20, ao processo de monitoramento das metas do PDI 2019-2023 referentes ao ano de 2022.

Inicialmente, as áreas responsáveis por cada objetivo e indicador do PDI deverão informar suas interfaces (servidores) até o dia 27 de maio. Após essa etapa, será realizada a abertura do sistema GURI, prevista para o período de 06/06/22 a 10/07/22, para que as interfaces possam informar o cumprimento das metas no primeiro semestre de 2022.

Dúvidas ou informações: planejamento@unipampa.edu.br

Com informações de Simone Assumpção.

#IntegridadeSomosTodosNós – Tomada de Decisão

A Unipampa, em uníssono com os órgãos da administração pública federal, faz reverberar a campanha da Controladoria-Geral da União (CGU) INTEGRIDADE SOMOS TODOS NÓS.
Neste mês, o tema abordado é Integridade na Tomada de Decisão.
Nas organizações públicas, os servidores que exercem cargos de liderança precisam, muitas vezes, tomar decisões difíceis, delegar trabalhos à sua equipe, ou até mesmo legalmente transmitir funções ou dar poderes aos hierarquicamente subordinados.
De modo geral, os servidores públicos, de acordo com suas atribuições, devem tomar decisões sobre o exercício de sua função.
Nesse contexto, é importante compreender que a parte exposta a uma tomada de decisão está subjetivamente exposta a riscos que precisam ser avaliados, já que é dela a responsabilidade pelas consequências que tal decisão pode gerar.

Confira o vídeo: youtu.be/Bd3L4NO9BiM
Saiba mais em: bit.ly/39OY5vW

Unidade de Gestão de Integridade (UGI) promove oficina sobre Canais de Denúncia

A Divisão de Planejamento Estratégico da Proplan, designada como UGI pela Portaria GR nº 1026/2021, em parceria com a Comissão Permanente de Sindicâncias e Processos Administrativos Disciplinares (COPSPAD) e a Ouvidoria da Unipampa realizaram, no dia 22/03/22, uma Oficina sobre Canais de Denúncia. A ação de extensão, executada de forma online, contou com a participação de 19 ouvintes, entre servidores TAEs, docentes e discentes da Unipampa e comunidade externa, que receberam certificação. O Relatório Final do evento foi validado em 02/05/22.

A ação estava prevista no Plano de Integridade da Unipampa para o período 2021/2022 e atende à Portaria nº 57, de 04 de janeiro de 2019, da Controladoria-Geral da União (CGU), a qual atribui à UGI competência para realizar “orientação e treinamento dos servidores com relação aos temas atinentes ao Programa de Integridade”.

Com informações de Bruno Donato.