Como iniciar a experimentação animal

Etapas:

Para iniciar a experimentação animal (etapa 5), o pesquisador deve atender as etapas anteriores como pré-requisito. Abaixo estão apresentados mais detalhes de cada etapa:

Etapa 1 – Os projetos de pesquisa são cadastrados na UNIPAMPA através do SIPPEE – Sistema de Informação de Projetos de Pesquisa, Ensino e Extensão. Nesta plataforma, os pesquisadores podem registrar e acompanhar os projetos da UNIPAMPA, além de submeter propostas para editais e chamadas internas.

Etapa 2 – Submeter protocolo a CEUA/UNIPAMPA. O pesquisador deve obter a carta de aprovação da CEUA. Para prosseguir, veja as necessidades na página da CEUA/UNIPAMPA: https://sites.unipampa.edu.br/ceua ou entre em contato pelo e-mail: ceua@unipampa.edu.br

Etapa 3 – Com a Carta de aprovação CEUA/UNIPAMPA, o pesquisador pode contactar o biotério de criação (Biotério Central da UFSM) e o biotério de manutenção de animais do campus Uruguaiana (BIOPAMPA). Deve verificar simultaneamente as disponibilidades e valores de animais no Biotério Central. Enquanto o BIOPAMPA verificará a disponibilidade das viagens e espaços para o alojamento e procedimentos. Para isso enviar e-mail para: bioterio@ufsm.br em cópia: bioterio.uruguaiana@unipampa.edu.br, apresentar informações do experimento e junto anexar o documento Carta de Aprovação da CEUA/UNIPAMPA.

Etapa 4 – Em um período de 3 dias úteis após confirmadas as disponibilidades dos biotérios, o pesquisador deve enviar para o BIOPAMPA via e-mail: o Termo de Responsabilidade e o cronograma completo de procedimentos experimentais com os animais.

Termo-de-responsabilidade        Cronograma de procedimentos

Etapa 5 – No dia agendado para a entrega dos animais (etapa 3) em horário aproximado de 12:00 no local “casinha de vidro” que fica em frente ao BIOPAMPA, o pesquisador deve estar presente para receber e alojar os animais. Nessa etapa o pesquisador deve seguir as orientações do Responsável Técnico do BIOPAMPA quanto ao local de alojamento, avaliação dos animais e identificação dos animais.

OBS: após o período de experimentação o material recebido e os gabinetes devem ser entregues limpos.