Ações Afirmativas

Sabe como funcionam as ações afirmativas?

Aqui vamos explicar tudo que você precisa saber para candidatar-se as vagas reservadas pela Lei nº 12,711/2021.

A primeira coisa que você precisa saber é que 50% das vagas são reservadas para candidatos que tenham cursaram integralmente o ensino médio em escolas públicas. Estas vagas ainda são divididas entre candidatos com:

  • renda bruta familiar por pessoa de 1 salário mínimo e meio (R$ 1.650,00)  ou menos
  • candidatos autodeclarados pretos, pardos ou indígenas
  • candidatos com deficiência

 

Além destas, na UNIPAMPA, você poderá acessar ações afirmativas mesmo que tenha estudado em escola pública. A resolução das normas de ingresso na Unipampa estabelecem a oferta adicional de 2% das vagas para candidatos com deficiência (Denominada A1) e 2% para candidatos autodeclarados pretos, pardos e indígenas (Denominada A2).

 

Conheça cada uma das ações afirmativas e veja em qual delas você melhor se enquadra:

Ação Afirmativa Critérios / Exigências

A1

  • pessoa com deficiência

A2

  • Autodeclarado(a) preto(a), pardo(a) ou indígena

L1

  • renda bruta familiar por pessoa de 1 salário mínimo e meio (R$ 1.650,00) ou menos
  • ter cursado integralmente o ensino médio em escola pública

L2

  • Autodeclarado(a) preto(a), pardo(a) ou indígena
  • renda bruta familiar por pessoa de 1 salário mínimo e meio (R$ 1.650,00) ou menos
  • ter cursado integralmente o ensino médio em escola pública

L5

  • ter cursado integralmente o ensino médio em escola pública

L6

  • Autodeclarado(a) preto(a), pardo(a) ou indígena
  • ter cursado integralmente o ensino médio em escola pública

L9

  • pessoa com deficiência
  • renda bruta familiar por pessoa de 1 salário mínimo e meio (R$ 1.650,00) ou menos
  • ter cursado integralmente o ensino médio em escola pública

L10

  • pessoa com deficiência
  • Autodeclarado(a) preto(a), pardo(a) ou indígena
  • renda bruta familiar por pessoa de 1 salário mínimo e meio (R$ 1.650,00) ou menos
  • ter cursado integralmente o ensino médio em escola pública

L13

  • pessoa com deficiência
  • ter cursado integralmente o ensino médio em escola pública

L14

  • pessoa com deficiência
  • Autodeclarado(a) preto(a), pardo(a) ou indígena
  • ter cursado integralmente o ensino médio em escola pública

 

Como é realizado o cálculo da renda familiar?

I – calcula-se a soma dos rendimentos brutos recebidos por todas as pessoas da família a que pertence o candidato, levando-se em conta, no mínimo, os três meses anteriores à data de inscrição do estudante no processo seletivo;

II – calcula-se a média mensal dos rendimentos brutos;

III – divide-se o valor apurado após a aplicação pelo número de pessoas da família do candidato.

O valor calculado deverá ser igual ou inferior à R$ 1.650,00.

 

Como será validada a autodeclaração de raça/etnia da candidatos autodeclarado preto, pardo ou indígena ?

A verificação da veracidade da autodeclaração acontecerá por meio de entrevista gravada em áudio e vídeo e considerará, tão somente, os aspectos fenotípicos do candidato. Serão considerados critérios de raça e cor utilizados pela Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Serão observados os seguintes aspectos fenotípicos:
a) cor da pele;
b) aspecto do cabelo;
c) aspecto do nariz;
d) aspecto do lábio;
e) formação da face

 

Como será a comprovação da deficiência?

O candidato deverá apresentar laudo médico de especialista na área da deficiência, preferencialmente no modelo disponibilizado pela UNIPAMPA, emitido nos últimos doze meses, que contenha parecer legível do grau ou o nível de deficiência, o código correspondente à Classificação Internacional de Doença (CID-10), provável causa da deficiência e a dificuldade apresentada pelo candidato – física,
mental, visual, auditiva ou múltipla – para o exercício ou desempenho de atividades acadêmicas;

Poderão ser apresentados também exames, relatórios e/ou pareceres complementares ao laudo, emitidos por profissional da área da deficiência declarada, nos últimos 12 (doze) meses, que comprovem a condição de deficiência apresentada.