Boletim de Hospitalizações – 11/05/2021

– A taxa de ocupação está em 77,8%.
– Ontem, o número de internados Suspeitos e Confirmados em Leito Clínico e UTI apresentou aumento de 44, sendo 19 em Leito Clínico e 25 UTIs.

– Ontem, o número de internados em leitos clínicos confirmados com Covid-19 aumentou, variando de 1923 para 1941. O número de suspeitos variou de 380 para 381. Na semana, acumula-se redução de 116 confirmados e aumento de 22 suspeitos.
– Nos leitos de UTI, aumentou o número de confirmados ontem, passando de 1603 para 1605. O número de suspeitos variou de 108 para 131. Na semana, há redução de 147 confirmados e 1 suspeitos.
– O Estado conta atualmente com 751 leitos de UTI livres. Com isso, a razão de leitos livres para cada ocupado por Covid no RS se encontra em 0,47 e taxa de ocupação das UTI em 77,8%, havendo gradual aumento do atendimento a pacientes não-covid.
– Na UTI, as Macrorregiões Missioneira (+14) e Norte (+8) acumulam aumento de pacientes confirmados na semana.
– Nos Leitos Clínicos, as Macrorregiões Missioneira (+22) e Centro-Oeste (+7) apresentam aumento de pacientes confirmados na emana.

https://bit.ly/boletim_hosp_RS

Boletim de Casos RS x Mundo – 11/05/2021

Mundo
– A média móvel de casos confirmados no RS apresenta lenta redução, mas permanece em patamar elevado. Em patamar ainda mais elevado, o Uruguai voltou a acelerar o número de casos nos últimos dias. O Brasil, também em patamar elevado, apresenta leve aumento. Alemanha, Canadá e EUA, ainda em nível inferior, conseguiram controlar o aumento de casos. A Itália desacelera recorrentemente. A França, após aceleração abrupta, apresenta redução recorrente nos casos. Reino Unido e Portugal mantêm níveis mais baixos.
– A média móvel de óbitos no RS permanece alta tendo sido ultrapassada pelo avanço bastante rápido no Uruguai. No Brasil, a média cai desde 11 de Abril, embora em patamares ainda elevados.
– Dentre as regiões próximas ao RS, há elevação recente na média de óbitos como proporção da população no Uruguai, Paraguai e Argentina.

Brasil
– Na segunda quinzena de fevereiro, os 3 estados do sul apresentaram aumento expressivo na média móvel de casos como proporção da população, avanço interrompido próximo ao dia 10 de março, quando se iniciou um processo de redução estendido até o dia 04 de abril. A partir de então apresenta-se relativa estabilidade. No PR, há uma importante elevação nos últimos 15 dias.
– A média móvel de óbitos nos 3 estados do Sul também apresentou aumento expressivo em fevereiro e março e apresentou queda durante o mês de Abril. Nos últimos dias a queda tem ficado cada vez mais lenta. No PR, há uma elevação da média móvel de 7 dias.
– PR (10,9), MT (9,1) e RJ (9) apresentam a maior média móvel de óbitos por 100 mil hab. do país. O RS, com 7,3, apresenta a 12ª maior média.
– O RS apresenta a 8ª maior taxa de mortalidade acumulada de óbitos (228,4 por 100 mil hab). Com a inclusão de 57 registros ontem, o estado chegou a 25.990 óbitos, com a média semanal de 118 óbitos incluídos por dia e redução semanal de 9,4%.

https://bit.ly/boletimcovid19-rs

Boletim diário de casos em países selecionados, Brasil e RS

Boletim de Hospitalizações – 08/05/2021

– A taxa de ocupação está em 79,6%. Todas as Macrorregiões apresentam taxa inferior a 90%.
– Ontem, o número de internados Suspeitos e Confirmados em Leito Clínico e UTI apresentou redução de 112, sendo 64 em Leito Clínico e 48 UTIs.

– Ontem, o número de internados em leitos clínicos confirmados com Covid-19 reduziu, variando de 2034 para 2004. O número de suspeitos variou de 368 para 334. Na semana, acumula-se redução de 109 confirmados e 11 suspeitos.
– Nos leitos de UTI, reduziu o número de confirmados ontem, passando de 1677 para 1656. O número de suspeitos variou de 115 para 88. Na semana, há redução de 107 confirmados e 9 suspeitos.
– A soma de Leitos Clínicos e UTI do total de confirmados e suspeitos ainda é 1,8x o nível do período anterior ao crescimento ocorrido em fevereiro e março e após uma semana de estabilidade, apresentou queda ontem.
– O Estado conta atualmente com 691 leitos de UTI livres. Com isso, a razão de leitos livres para cada ocupado por Covid no RS se encontra em 0,42 e taxa de ocupação das UTI em 79,6%, havendo gradual aumento do atendimento a pacientes não-covid.
– Na semana, as Macrorregiões Missioneira (+16) e Sul (+13) acumulam aumento de pacientes confirmados em UTI. A Centro-Oeste (-9), Metropolitana (-96), Norte (-9), Serra (-3) e Vales (-19) apresentaram redução.(não contabiliza transferências regionais) .
– Nos confirmados em Leito Clínico, as Macrorregiões Missioneira (+30), Norte (+34) e apresentam aumento de pacientes confirmados. As demais apresentaram as seguintes quedas: Centro-Oeste (-27), Metropolitana (-83), Serra (-18), Sul (-14) e Vales (-31).

https://bit.ly/boletim_hosp_RS

Boletim_Hospitalizações_RS-2021-05-08-7h

Boletim de Casos RS x Mundo – 08/05/2021

Mundo
– A média móvel de casos confirmados no RS apresenta lenta redução, mas permanece em patamar elevado. Em patamar ainda mais elevado, o Uruguai apresentou redução nos últimos dias. O Brasil, também em patamar elevado, apresenta relativa estabilidade. Alemanha, Canadá e EUA, ainda em nível inferior, conseguiram controlar o aumento de casos. A Itália desacelera recorrentemente. A França, após aceleração abrupta, apresenta redução recorrente nos casos. Reino Unido e Portugal mantêm níveis mais baixos.
– A média móvel de óbitos no RS permanece alta tendo sido ultrapassada pelo avanço bastante rápido no Uruguai. No Brasil, a média cai desde 11 de Abril, embora em patamares ainda elevados.
– Dentre as regiões próximas ao RS, há elevação recente na média de óbitos como proporção da população no Uruguai, Paraguai e Argentina.

Brasil
– Na segunda quinzena de fevereiro, os 3 estados do sul apresentaram aumento expressivo na média móvel de casos como proporção da população, avanço interrompido próximo ao dia 10 de março, quando se iniciou um processo de redução estendido até o dia 04 de abril. A partir de então apresenta-se relativa estabilidade. No PR, há uma elevação nos últimos 10 dias.
– A média móvel de óbitos nos 3 estados do Sul também apresentou aumento expressivo em fevereiro e março e apresentou queda durante o mês de Abril. Nos últimos dias a queda tem ficado cada vez mais lenta. No PR, há uma elevação da média móvel de 7 dias.
– PR (10,7), RJ (10,2) e CE (9,3) apresentam a maior média móvel de óbitos por 100 mil hab. do país. O RS, com 7,5, apresenta a 13ª maior média.
– O RS apresenta a 8ª maior taxa de mortalidade acumulada de óbitos (226,8 por 100 mil hab). Com a inclusão de 139 registros ontem, o estado chegou a 25.807 óbitos, com a média semanal de 122,7 óbitos incluídos por dia e redução semanal de 13,5%.

https://bit.ly/boletimcovid19-rs

Boletim diário de casos em países selecionados, Brasil e RS