Imagem do satélite CBERS-4A, câmera WFI, para o município de Itaqui, RS

Lançado em 20/12/2019, o satélite CBERS-4A (Satélite Sino-Brasileiro de Recursos Terrestres), passou por todos os testes e comissionamentos, estando operacional desde o final do mês de julho de 2020.

A previsão do INPE é de que em alguns meses todas as imagens já adquiridas pelo satélite sejam processadas e disponibilizadas no catálogo. A prioridade de disponibilização são as imagens que estão sendo captadas diariamente pelo satélite, através de seus diferentes instrumentos imageadores.

Apresentamos aqui uma imagem do município de Itaqui, RS, registrada pela câmera WFI, que possui quatro bandas multiespectrais com 55 metros de resolução espacial. Na Figura 1 é possível observar o município de Itaqui, RS, em composição colorida que permite boa diferenciação entre as áreas com vegetação (que aparecem em diferentes tonalidades de verde) e as áreas com solo exposto (que aparecem em tons de lilás). Em função de sua resolução espacial, as imagens da câmera WFI possuem aplicações para mapeamentos de áreas mais extensas, permitindo assim o monitoramento de lavouras e de questões ambientais regionais, por exemplo.

Por sua vez, na Figura 2, apresentamos o resultado da aplicação do cálculo do índice de vegetação NDVI. As cores utilizadas para a representação do resultado, demonstram, em tons de verde, as áreas com maior presença de vegetação e, a medida em que os tons de verde ficam mais claros, passando para o amarelo, a densidade da vegetação reduz, até chegar às áreas de solo exposto. Em todos de vermelho aparecem as áreas com grande umidade, incluindo os cursos hídricos e as barragens, que ficam bem visíveis.

Figura 1 – Composição colorida

Figura 2 – Índice de vegetação NDVI

Todas as informações sobre o programa CBERS podem ser acessadas através do endereço http://www.cbers.inpe.br/

As imagens do satélite CBERS-4A, estão sendo disponibilizadas num catálogo específico, para o qual o usuário deve realizar um novo cadastro (o cadastro dos outros catálogos do INPE não dão acesso a estas imagens). O catálogo pode ser acessado através do endereço http://www2.dgi.inpe.br/catalogo/explore.

Para maiores informações sobre as imagens disponibilizadas pelo INPE, acesse http://www.dgi.inpe.br/

A cidade de Itaqui, RS, pelos olhos da câmera WPM do satélite CBERS-4A

Lançado em 20/12/2019, o satélite CBERS-4A (Satélite Sino-Brasileiro de Recursos Terrestres), passou por todos os testes e comissionamentos, estando operacional desde o final do mês de julho de 2020.

A previsão do INPE é de que em alguns meses todas as imagens já adquiridas pelo satélite sejam processadas e disponibilizadas no catálogo. A prioridade de disponibilização são as imagens que estão sendo captadas diariamente pelo satélite, através de seus diferentes instrumentos imageadores.

Como exemplo, buscamos uma imagem da cidade de Itaqui, RS, para demonstrar o potencial da resolução disponível com o novo satélite. A câmera WPM, possui quatro bandas multiespectrais com 8 metros de resolução espacial e uma banda pancromática com 2 metros de resolução espacial, permitindo a fusão e geração de imagens coloridas com 2 metros de resolução espacial.

Na Figura 1 é possível observar a idade de Itaqui, RS, que, mesmo com a cobertura de nuvens e o tamanho da imagem, permite a visualização de alguns detalhes. Por sua vez, na Figura 2, apresentamos um recorte no qual é possível visualizar, na área central, a Praça de Itaqui, a partir da qual o leitor pode se orientar para localizar, por exemplo, o Porto, o Instituto de Educação Osvaldo Cruz, entre outros elementos.

Figura 1 – Cidade de Itaqui, RS

Figura 2 – Visão da região central e do porto de Itaqui, RS

Todas as informações sobre o programa CBERS podem ser acessadas através do endereço http://www.cbers.inpe.br/

As imagens do satélite CBERS-4A, estão sendo disponibilizadas num catálogo específico, para o qual o usuário deve realizar um novo cadastro (o cadastro dos outros catálogos do INPE não dão acesso a estas imagens). O catálogo pode ser acessado através do endereço http://www2.dgi.inpe.br/catalogo/explore.

Para maiores informações sobre as imagens disponibilizadas pelo INPE, acesse http://www.dgi.inpe.br/

Atualização do mapa da estiagem no Rio Grande do Sul

De acordo com os dados disponíveis no Sistema Integrado de Informações Sobre Desastres, do Ministério da Integração, em 09/05/2020, o RS contava com 236 municípios com decreto vigente em função da estiagem. Este número representa mais de 47% dos municípios do Estado. Veja o mapa com a identificação dos municípios em função da data da consulta ao Sistema.

A estiagem no Rio Grande do Sul em imagens

No dia 29 de abril de 2020, foi publicada no Jornal Interdisciplinar em Ciência e Tecnologia, matéria do Projeto SIGPampa analisando a estiagem no Rio Grande do Sul através de imagens. Para acessar a matéria, clique aqui.

Veja o mapa com a identificação dos municípios com decreto de situação de emergência ativo, atualizado em 28/04/2020. Os municípios estão identificados em cores distintas, considerando a data de consulta ao banco de dados.

Coronavirus

ATENÇÃO: as informações deste post estão sendo atualizadas na página específica sobre o COVID-19. Clique aqui para acessar.

A UNIPAMPA está fazendo a sua parte. Consulte todas as informações que impactam as atividades institucionais no site do Comitê de Monitoramento do Coronavirus. Faça você também a sua parte.

Para acompanhar a evolução dos casos em nível mundial, acesse este mapa interativo. Por sua vez, o acompanhamento dos casos no Brasil pode ser feito através deste mapa.

A ESRI France disponibilizou um site específico com mapas detalhados dos casos em diferentes países. Veja a página clicando aqui.

Veja no mapa a localização dos casos confirmados para COVID-19 no RS, em 22/03/2020

Disponibilizada nossa primeira base de dados

Disponibilizamos a primeira base de dados produzida pelo projeto SIGPampa. Trata-se de um ShapeFile com os limites dos municípios do Rio Grande do Sul (com base na Malha Territorial Municipal do IBGE) que contém em sua tabela de atributos várias regionalizações político-administrativas e de planejamento para o estado.

Para acessar a base e seus metadados clique aqui.

Seja bem vindo!

Seja bem vindo ao site do projeto de pesquisa SIGPampa: aproximando ensino, pesquisa e extensão. Através deste site estaremos disponibilizando as informações do projeto.

Visite-nos regularmente para acompanhar as novidades.

Obrigado por sua visita.