Arquivo da categoria: Editais

EDITAL Nº 196/2022

Seleção de bolsistas indígenas, quilombolas, pessoas negras (pretas e pardas) e pessoas com deficiência

Área da bolsa: Ações Afirmativas Indígenas e quilombolas

Este edital seleciona bolsistas indígenas, quilombolas, negros (as) e pessoas com deficiência para trabalhar com projetos de intervenção a partir de sua cultura e vivências em suas comunidades locais e na comunidade acadêmica, promovendo o desenvolvimento e a integração entre Universidade, comunidade local e comunidade acadêmica.

Bolsas de 20 horas semanais, R$ 400,00 por mês.

20 vagas:

– 05 para nativos /indígenas
– 05 para quilombolas
– 05 para pessoas negras
– 05 para pessoas com deficiência

CRONOGRAMA

21 a 27/06 – inscrições com documentação: adafi@unipampa.edu.br
28/06 – divulgação de inscrições homologadas e horários das entrevistas
30/06 a 08/07 – processo seletivo
11/07 – resultado preliminar
12/07 – interposição de recursos
15/07 – resultado dos recursos
19/07 – resultado final emitido pelo Gabinete da Reitoria via edital
20/07 – início das atividades, de julho a dezembro de 2022

 

Até 27/06 –> EDITAL AQUI

CORREÇÃO DO EDITAL AQUI

 

Os anexos estão disponíveis abaixo, cada um em formato PDF e também como arquivo editável:

ANEXO I – DECLARAÇÃO DE DISPONIBILIDADE DE TEMPO

ANEXO I – DECLARAÇÃO DE DISPONIBILIDADE DE TEMPO (editável)

ANEXO II – DECLARAÇÃO ATIVIDADE NÃO REMUNERADA

ANEXO II – DECLARAÇÃO ATIVIDADE NÃO REMUNERADA (editável)

ANEXO IV – FICHA DE INSCRIÇÃO

ANEXO IV – FICHA DE INSCRIÇÃO (editável)

ANEXO VI – Modelo de declaracao de pertencimento etnico e de residencia Indígena

ANEXO VI – Modelo de declaracao de pertencimento etnico e de residencia Indígena (editável)

ANEXO VII- Modelo de declaracao de pertencimento etnico e de residencia Quilombola

ANEXO VII- Modelo de declaracao de pertencimento etnico e de residencia Quilombola (editável)

ANEXO VIII- DECLARAÇÃO PESSOA COM DEFICIÊNCIA

ANEXO VIII- DECLARAÇÃO PESSOA COM DEFICIÊNCIA (editável)

ANEXO IX- DECLARAÇÃO ÉTNICO RACIAL

ANEXO IX- DECLARAÇÃO ÉTNICO RACIAL (editável)

 

EDITAL MMFDH

Edital para projetos que promovam o desenvolvimento local de povos e comunidades tradicionais por meio da inclusão produtiva, economia solidária, formação profissional, respeitando e protegendo as tradições culturais.

03/07 prazo de envio das propostas pelas OSC*

O Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos (MMFDH), por meio da Secretaria Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SNPIR), abriu as inscrições para o EDITAL nº 03/2022. A publicação ocorreu nesta segunda-feira (30), no Diário Oficial da União, e receberá propostas até o dia 3 de julho para seleção de duas ou mais Organizações da Sociedade Civil (OSCs).

O objetivo do edital é selecionar organizações da sociedade civil sem fins lucrativos para a execução de projetos que promovam o desenvolvimento local de povos e comunidades tradicionais a partir da inclusão produtiva, economia solidária, formação profissional, respeitando e protegendo as tradições culturais.

O secretário nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Paulo Roberto, salientou que a pasta tem por premissa promover a igualdade étnico-racial. “Nossa meta é incentivar o desenvolvimento de projetos e ações que fomentem a inclusão e integração das comunidades e dos povos tradicionais para reduzir a desigualdade de acesso a políticas públicas, garantir direitos e promover a igualdade racial em todo o território nacional”, afirmou o gestor.

Para participar, a organização deverá estar habilitada na Plataforma + Brasil, por onde a proposta será apresentada conforme detalha o edital. O resultado preliminar da seleção será divulgado no dia 11 de julho. Já o resultado final está previsto para o dia 25 de julho.

Entre outras exigências, as OSCs devem se encaixar em ao menos uma das características apresentadas abaixo:

a) entidade privada sem fins lucrativos (associação ou fundação) que não distribua entre os seus sócios ou associados, conselheiros, diretores, empregados, doadores ou terceiros eventuais resultados, sobras, excedentes operacionais, brutos ou líquidos, dividendos, isenções de qualquer natureza, participações ou parcelas do seu patrimônio, auferidos mediante o exercício de suas atividades, e que os aplique integralmente na consecução do respectivo objeto social, de forma imediata ou por meio da constituição de fundo patrimonial ou fundo de reserva;

b) as sociedades cooperativas previstas na Lei nº 9.867, de 10 de novembro de 1999; as integradas por pessoas em situação de risco ou vulnerabilidade pessoal ou social; as alcançadas por programas e ações de combate à pobreza e de geração de trabalho e renda; as voltadas para fomento, educação e capacitação de trabalhadores rurais ou capacitação de agentes de assistência técnica e extensão rural; e as capacitadas para execução de atividades ou de projetos de interesse público e de cunho social; ou

c) as organizações religiosas que se dediquem a atividades ou a projetos de interesse público e de cunho social distintas das destinadas a fins exclusivamente religiosos.

Para dúvidas e mais informações:
gab.snpir@mdh.gov.br

Atendimento exclusivo à imprensa:
Assessoria de Comunicação Social do MMFDH
(61) 2027-3538

Fonte https://gov.br/mdh/pt-br/assuntos/noticias/2022/maio/ministerio-lanca-chamamento-publico-para-organizacoes-que-promovam-o-desenvolvimento-de-povos-e-comunidades-tradicionais

(*) Organizações da Sociedade Civil

👉🏼  EDITAL AQUI

EDITAL Nº 112/2022

A Diretoria de Assuntos Institucionais e Internacionais (DAIINTER)  lançou o Edital nº 112/2022, que objetiva selecionar alunos regularmente matriculados nos cursos de graduação e pós-graduação da UNIPAMPA para atuarem como bolsistas de idiomas.

A bolsa é de R$ 240,00 mensais por 4 meses para 12 h/semanais.

O ineditismo refere-se à parte das vagas ofertadas:
– 2 vagas para línguas indígenas, tais como tupi, macro-jê, tikuna, guarani kaiowá, guarani nhandeva, guarani mbya, kaingang, xavante, yanomami, guajajara, sateré-mawé, terena, nheengatu ou língua geral amazônica, tukano, kayapó, makuxi, dentre outras;
– 2 vagas para dialetos ou variações linguísticas originárias de comunidades quilombolas;
– 1 vaga para Braile, sistema de leitura e escrita tátil para deficientes visuais;
– 2 vagas para Libras, Linguagem Brasileira de Sinais para deficientes auditivos; e
– 2 vagas para os demais idiomas, especificamente as línguas maternas de alunos estrangeiros;

Estão sendo ofertadas também 1 vaga para Inglês, 2 vagas para Espanhol (incluindo fronteiriços) e 1 vaga para Chinês.

Os bolsistas de línguas indígenas, dialetos quilombolas, braile, libras e línguas maternas de estrangeiros participarão, de forma concomitante, de atividades propostas pela Assessoria de Diversidade, Ações Afirmativas e Inclusão (ADAFI), tais como divulgação do folclore e diversidade cultural.

Os bolsistas selecionados ofertarão salas de livre conversação de forma remota (Google Meet), abertas a toda comunidade acadêmica.

Leia o Edital 112 /2022