Sobre o Anátema


Em 2016 foi fundado na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), o Anátema: Grupo de Estudos em Direito e Arte. Coordenado pela Profa. Grazielly Baggenstos e pela então Mestranda, Amanda Muniz Oliveira, o grupo era aberto a toda a comunidade e se reunia quinzenalmente para discutir as relações entre Direito e Arte.

O sucesso foi tamanho, que naquele mesmo ano se iniciaram os Colóquios de Direito e Arte da UFSC, que tiveram, ato todo, três edições (para ver os sites dos eventos, clique aqui). Palestrantes de várias áreas e participantes de todo o país passaram pelo evento ao longo de suas realizações (as palestras da primeira edição do evento estão disponíveis aqui), e muitas pesquisas foram ali divulgadas e publicadas (os anais dos eventos estão disponíveis aqui).

Em 2019, porém, Amanda, defendeu sua tese sobre Direito e Literatura e tomou posse como Profa. Adjunta na Universidade Federal do Pampa, e a Profa. Grazielly seguiu com o Lilith – Núcleo de Pesquisas em Direito e Feminismos, o que gerou o fim do Anátema na UFSC.

No segundo semestre de 2019, porém, a Profa. Amanda criou na Unipampa uma nova versão do Anátema, que além de Direito e Arte passou a tratar das diversas epistemologias das ciências humanas e sociais. Temas como feminismos, história, sociologia, análise do discurso, trabalho e muitos outros passaram a integrar as bases de interesse do grupo, o que acabou gerando alguma confusão entre esta nova fase e a fase do Direito e Arte (não abandonada, apenas ampliada).

Por isso, em 2020, a Profa. Amanda optou pela troca de nome, surgindo assim, o Contra Legem.

Acesse nossas redes e fique informado sobre nossas atividades!